Estelionatário usa nome da Santa Casa e aplica golpe em parentes de paciente, o prejuízo chega a R$ 4 mil

Home » Regional » Estelionatário usa nome da Santa Casa e aplica golpe em parentes de paciente, o prejuízo chega a R$ 4 mil

18/11/2014 15:11 - Atualizado em 18/11/2014 15:11

Pelo menos três pessoas foram alvos de um estelionatário que usou o nome da Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos, para aplicar golpes, uma pessoa perdeu R$1.500,00 outra R$ 2.500,00.

Na noite de quinta-feira (14/11), três pessoas, sendo uma de Ourinhos, outra de Avaré e uma de Ibirarema compareceram na Central de Polícia Judiciária para registrar Boletim de Ocorrência, por terem caído no golpe do falso médico.

De acordo com as vítimas, todas estão com pais internado na UTI na Santa Casa de Ourinhos, e no decorrer do dia de ontem, receberam ligações de uma pessoa que dizia ser Anderson Peralta, médico chefe da UTI, informando que os pacientes teriam que fazer uma tomografia de urgência, mas para isso teriam que realizar um depósito de R$1.500,00 (sendo que para uma das vítimas o valor foi ainda maior R$ 2.500,00).

Preocupadas com a saúde dos pais, que de fato estão na UTI da Santa Casa, as duas vítimas imediatamente fizeram os depósitos e com isso ficaram no prejuízo.

Após a transação as vítimas se deslocaram a Santa Casa para acompanhar os pacientes, foi quando foram informados que tinham caído no golpe, pois a Santa Casa não cobra nenhum tipo de exame, uma vez que o paciente está internado e também não existe nenhum medico com o nome de Anderson Peralta.

A terceira vitima, não caiu no golpe porque desconfiou e compareceu na Santa Casa para obter mais informações, sendo informada se tratar de um golpe.

O que mais chama a atenção é que nos três casos o golpista tinha todas as informações das vítimas e dos parentes que estavam internados na UTI, o que leva a polícia a crer que o golpista ou trabalha na Santa Casa de Ourinhos ou tem um comparsa na instituição. O caso já está sendo investigado.

Fonte: Ourinhos Noticias



whatsapp_jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top