Abaixo assinado de moradores e oficio da PM pedem providências contra som alto e baderna em choperia de Ourinhos

Home » Regional » Abaixo assinado de moradores e oficio da PM pedem providências contra som alto e baderna em choperia de Ourinhos

15/12/2014 11:12 - Atualizado em 15/12/2014 11:12

Os moradores do Jardim Matilde não suportam mais, segundo eles, uma choperia instalada na Avenida Domingos Camerlingo Caló estaria tirando o sucesso dos moradores, devido ao som alto durante a madrugada e a baderna promovida pelos frequentadores.

Um grupo de moradores do bairro procurou a reportagem do OURINHOS NOTÍCIAS para denunciar o caso. De acordo com eles, a choperia funciona das 20h às 6h, produzindo muito barulho durante a madrugada.

“Ninguém consegue mais dormir, além do barulho de música, tem ainda a algazarra que os frequentadores do local fazem, já vimos também várias vezes pessoas saindo de lá para urinar nos portões das casas e até para consumir drogas”, destacou uma das moradoras que preferiu ter seu nome preservado.

Um abaixo assinado com mais 150 adesões já foi elaborado e entregue juntamente com a denuncia ao Setor de Fiscalização da Prefeitura Municipal de Ourinhos, mas até agora nenhuma providência foi adotada.

Os moradores também protocolaram no Ministério Público no dia 22 de maio de 2014, documento expondo a situação ao Promotor Marcos da Silva Brandini.

Até mesmo a Policia Militar já pediu providência ao Ministério Público, devido ao grande número de ocorrências atendidas no local. O 31º Batalhão da Policia Militar encaminhou ao Ministério Público o Ofício nº 208/100/14, protocolado no dia nove de maio de 2014, sob o número 162/14, pedindo a interdição da Choperia, considerando as várias ocorrências atendidas.

Mesmo assim até o momento, nem a Prefeitura de Ourinhos, órgão responsável pela fiscalização e expedição de alvará de funcionamento para esse tipo de estabelecimento, nem mesmo o Ministério Publico adoram nenhuma providência e os moradores das imediações continuam sofrendo com a situação.

Fonte: OURINHOS NOTÍCIAS



whatsapp_jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top