CBV volta atrás e Brasil receberá a Liga Mundial de vôlei

Home » Notícias » CBV volta atrás e Brasil receberá a Liga Mundial de vôlei

06/03/2015 12:03 - Atualizado em 06/03/2015 12:03

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) decidiu priorizar a preparação olímpica e deixar para trás as divergências com a Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Nesta sexta-feira, as entidades confirmaram que a fase final da Liga Mundial deste ano será disputada no Rio de Janeiro, entre 14 e 19 de julho, no ginásio do Maracanãzinho. O torneio servirá como evento teste para a Rio-2016 e também como preparação para a seleção masculina na busca pelo terceiro ouro olímpico.

O Brasil havia desistido de sediar a Liga Mundial devido à crise entre CBV e FIVB. No ano passado, a seleção denunciou um boicote da federação internacional, presidida pelo brasileiro Ary Graça – após ter seu nome envolvido em denúncias de corrupção, o dirigente teria punido integrantes da seleção brasileira durante a Copa do Mundo da Polônia em represália, segundo a versão da CBV. Ainda assim, “o projeto para o ouro olímpico falou mais alto”, informa a entidade brasileira em seu site oficial. A confirmação do Brasil como sede também garante ao país uma vaga na fase final de forma antecipada.

A comissão técnica, comandada por Bernardinho, participou da retomada das negociações entre as duas entidades. Pesou o fato de o Brasil já estar fora da Copa do Mundo por já possuir uma vaga olímpica. “Entendemos agora ser hora de priorizarmos o projeto olímpico. É olhar para frente, para 2016. Retomamos as negociações assim que tivemos a informação que estaríamos fora da Copa do Mundo. Não poderíamos comprometer um planejamento que está há três anos mantendo o Brasil no pódio das competições e que encerra o ciclo olímpico jogando em casa”, disse Walter Pitombo Laranjeiras, presidente da CBV.

A seleção brasileira é a maior vencedora da Liga Mundial com nove títulos: 1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010, além de outros cinco vice-campeonatos. O país já sediou quatro edições da fase final, em 1993, 1995, 2002 e 2008, mas só conquistou o título na primeira oportunidade.



whatsapp_jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top