Abilio Diniz negocia compra de até 15% da subsidiária do Carrefour no Brasil

Home » Notícias » Abilio Diniz negocia compra de até 15% da subsidiária do Carrefour no Brasil

17/12/2014 13:12 - Atualizado em 17/12/2014 13:12

Após desembolsar quase 1 bilhão para comprar 3% das ações do Carrefour na França, o empresário Abilio Diniz, ex-dono do Grupo Pão de Açúcar (GPA), está próximo de fechar acordo para comprar entre 10% e 15% da subsidiária da rede de varejo no Brasil, segundo fontes com conhecimento do assunto. Os investimentos estão sendo feitos por meio da Península, empresa de gestão de recursos da família Diniz, com participações em vários negócios.

As negociações em andamento dariam ao empresário poderes para gerir os negócios do Carrefour no Brasil. Se concluída, a operação selará a volta de Abilio ao varejo. Com isso, o empresário passará a concorrer de frente com seu principal rival, Jean-Charles Naouri, dono do Casino e atual controlador do Grupo Pão de Açúcar, grupo fundado por Valentim Diniz, pai de Abilio, em 1948. Procurados, a Península e o Carrefour não comentaram o assunto.

Os rumores de que Abilio Diniz estaria negociando com o Carrefour começaram há alguns meses, quando o empresário, atual presidente do conselho de administração da gigante de alimentos BRF (dona das marcas Sadia e Perdigão), começou a adquirir no mercado ações da rede francesa. À época, Abilio tinha negado que estaria interessado em comprar fatia relevante no Carrefour, embora fontes tenham afirmado que encontros entre o CEO da rede francesa, Georges Plassat, eram frequentes nos últimos meses.

Capitalizados – Desde que saíram do GPA, a família Diniz começou a fazer investimentos em vários negócios, por meio da Península. Em outubro, os Diniz venderam um lote de aproximadamente 4,1 milhões de ações, totalizando quase 445 milhões de reais, ficando apenas com ações residuais da empresa. Ao todo, desde que começaram a vender sua participação no GPA, em 2013, os Diniz levantaram cerca de 5,5 bilhões de reais, segundo fontes.

O último investimento relevante da Península foi anunciado no dia 23 de setembro, quando a empresa comprou ações da companhia de ensino Anima Educação, dona da faculdade São Judas Tadeu em São Paulo. A aquisição foi de 5 milhões de ações ordinárias, equivalentes a 6,03% do capital da empresa de educação.

Meses antes, a gestora de recursos da família Diniz tinha adquirido ações na companhia de alimentos BRF. Na empresa de alimentos, o empresário investiu perto de 1 bilhão de reais para obter 2,76% de participação até o início deste ano. Abilio ainda investiu, em conjunto com a Tarpon, na Dufry, rede que opera lojas em aeroportos.

(Com Estadão Conteúdo)



whatsapp_jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top